26 04 im alumniV8
22 11 im fatiado face
22 11 im fatiado twitter
22 11 im fatiado youtube
22 11 im fatiado gmail
22 11 im fatiado brazil
22 11 im fatiado england
22 11 im fatiado spain

Título: Model-based Inference for Rare and Clustered Populations from Adaptive Cluster Sampling using Auxiliary Variables

Data: 30 de abril (quinta-feira)
Horário: 10:00

O link do Google Meet para a defesa é https://meet.google.com/wax-wpdt-bqf

Resumo: Rare populations, such as endangered animals and plants, drug users and individuals with rare diseases, tend to cluster in regions. Adaptive cluster sampling is generally applied to obtain information from clustered and sparse populations since it increases survey effort in areas where the individuals of interest are observed. This work aims to propose a unit-level model which assumes that counts are related to auxiliary variables, improving the sampling process, assigning different weights to the cells, besides referring them spatially. The proposed model fits rare and grouped populations, disposed over a regular grid, in a Bayesian framework. The approach is compared to alternative methods using simulated data and a real experiment in which adaptive samples were drawn from an African Buffaloes population in a 24,108 km2 area of East Africa. Simulation studies show that the model is efficient under several settings, validating the methodology proposed in this paper for practical situations.

Banca Examinadora

  • Kelly C. M. Gonçalves (presidente - UFRJ);
  • João B. M. Pereira (UFRJ);
  • Fernando A. S. Moura (UFRJ);
  • Pedro L. N. Silva (ENCE);
  • Carlos A. Abanto-Valle (suplente).

Ao entrar na sala, desligue câmeras e microfones, a fim de evitar dificuldades na conexão. A defesa será gravada e posteriormente disponibilizada.

A Pró-Reitoria de Pessoal da Universidade Federal do Rio de Janeiro, considerando as Diretrizes de Contingência da COVID-19 (Coronavírus) no âmbito da UFRJ, de 11/03/2020, comunica a prorrogação da suspensão do Cronograma de Submissão de Projetos do Edital Nº 103 de 9 de Março de 2020, por mais 30 (trinta) dias.

Confira o comunicado AQUI

Convidamos todos a assistirem à Defesa de Dissertação de Mestrado do aluno Dimas Soares Lima. Seguem abaixo as informações sobre a defesa:

Título: Flexible Colaborative Filtering: A Bayesian Approach

Data: 14/04/2020
Horário: 09:00
Local: Google Meet - https://meet.google.com/pji-qycm-tzz

Orientadores: Marina Silva Paez e Hugo Tremonte de Carvalho

Banca:
Marina Silva Paez (presidente)
Hugo Tremonte de Carvalho
Ralph dos Santos Silva
Geraldo Zimbrão da Silva (UFRJ)
Jessica Kubrusly (UFF)
João Batista de Morais Pereira (suplente)

Peço por favor a todos que forem assistir que desliguem suas câmeras e microfones, a fim de evitar dificuldades na conexão. A reunião será gravada e posteriormente disponibilizada, conforme instruções previamente recebidas.

A prefeitura do Rio está desenvolvendo em parceira com a UFRJ um modelo matemático para tentar avaliar a tendência da pandemia de Covid-19 na cidade. Parte do estudo foi apresentado em uma transmissão feita pelo prefeito Marcelo Crivella nas redes sociais na noite de segunda-feira. Pelas projeções, o Rio poderia registrar mais de 800 casos por dia no fim de abril, caso haja uma redução das medidas de isolamento social para apenas 40% da população. Se as restrições forem mantidas em 60%, esse pico ficaria entre 400 e 500 casos, reduzindo o número de óbitos até o fim de abril.

Professor do Instituto de Matemática da UFRJ, Bernardo Freitas Paulo da Costa, que participa do estudo, explicou que os dados servem de referência para definir estratégias para politicas públicas, que ainda se encontram em fase de validação pela comunidade acadêmcia.

— Não se trata de um modelo de previsão de casos, porque ainda existem questões solucionadas como as subnotificações, mas para ajudar o governo a tomar decisões. Fizemos projeções a partir do fim de março. Não significa que aquilo que a gente projetou de fato vai acontecer. Um modelo de projeções de casos ainda está sendo trabalhado — explicou Bernardo Freitas.

Na transmissão, Bernardo disse que o modelo se inspirou em estudos semelhantes feitos na China. O estudo mostrou que as medidas de isolamento ao retardar o contágio, proporciona tempo para que a rede de saúde se prepare.

— Esse modelo foi proposto pela comunidade internacional. Ele é capaz não só de traçar a população contaminada e aquela que está em recuperação. Mas leva em conta as medidas de afastamento social. Envolve sete categorias. Se você, por exemplo, é uma pessoa suscetivel, se se encontra em afastamento social ou continua a circular. Todas essas categorias interagem. Isso permite observar como a infecção vai acontecer. Com a melhor confiança desses dados, isso permitiu avaliar melhor as medidas de afastamento social. Caso se reduza as medidas de afastamento social, o processo de contágio se acelaria. Mesmo se a prefeitura voltasse a adotar medidas de quarentena.

Segundo Crivella, entre os que participaram da apresentação no gabinete de crise na segunda-feira, realizada de forma virtual, estava o deputado federal Osmar Terra (MDB), ex-ministro de Cidadania do governo do presidente Jair Bolsonaro. Conhecido por discordar da politica de isolamento implementada pelo Ministério da Saúde, Terra chegou a ser cotado para substituir o ministro Luiz Henrique Mandetta. No relato do prefeito, Terra falou por quase uma hora como um dos convidados da chamada 'comunidade científica''. Ao fim do encontro, a decisão de manter a estratégia atual de isolamento, no relato do prefeito, foi tomada ''quase que por unanimidade''

— As simulações mostram que devemos nos manter longe das aglomerações. Se a nossa curva de contaminação for leve, nos dará tempo para estarmos mais reparados tanto no Gazolla quanto o hospital de campanha. Queremos uma curva suave, não de uma inclinaçao como o ão de Açúcar — disse o prefeito na transmissão.

Na tarde desta terça-feira, o prefeito voltou a tratar do assunto:

— O estudo levou em conta a situação da China e como isso pode ser dar no Rio de Janeiro — disse o prefeito.

Fonte: Jornal Extra

Por conta do avanço do novo coronavírus (COVID-19) e das recomendações de quarentena, o evento "IM-UFRJ Celebra a Mulher na Matemática" está adiado por tempo indeterminado.

No dia 12 de maio comemora-se o Dia Internacional da Mulher na Matemática. A celebração acontece todos os anos, em todo o mundo. O objetivo do dia é inspirar mulheres em todos os lugares a celebrar suas realizações em matemática e incentivar um ambiente de trabalho aberto, acolhedor e inclusivo para todos. O IM faz parte da comemoração desse evento, realizando palestras ministradas pelo corpo docente feminino do Instituto, em que apresentam um panorama de suas pesquisas acadêmicas, trajetórias, conquistas e dificuldades.

Acesse o portal "May12", que reúne a programação de eventos do dia que dessa vez serão realizados virtualmente. Clique AQUI e confira. 

Subcategorias

Topo